Fotografia de retrato:

acessando o espaço íntimo dos moradores de uma comunidade

Renata Castello Branco, Fotógrafa



CONTEÚDO DO CURSO

6 vídeos 00h 54m Acesso ilimitado por 12 meses 204

Muito mais do que técnica, fotografar um retrato profissional exige uma grande sensibilidade por parte do fotógrafo. É preciso, antes, descobrir maneiras de entender e se relacionar com o modelo, para só então criar uma composição que capture a identidade da pessoa de maneira autêntica. Quando se trata de um ensaio em comunidades, as questões do acesso e da documentação de espaços e moradores locais ganham uma nova dimensão. Acompanhe a fotógrafa Renata Castello Branco em uma diária do ensaio "Comunidades da Serra do Mar", trabalho autoral em que faz um retrato íntimo e profundo dos moradores de três comunidades na região litorânea de São Paulo, conhecidas como Cotas 95, 200 e 400, durante os processos de reurbanização e deslocamento para conjuntos habitacionais em Cubatão.





Renata Castello Branco Fotógrafa

Aos 18 anos, Renata ganhou uma câmera fotográfica de seu pai, e foi incumbida de registrar uma viagem para São Raimundo Nonato, no Piauí, estado de sua família. Ela se apaixonou pela fotografia, o que a fez abandonar a faculdade de história para se tornar fotógrafa profissional. Se especializou em retratos. Em mais de 40 anos de carreira, desenvolveu incríveis trabalhos autorais, como a exposição sobre a “Rota da seda” na China, “A rede”, “Heliópolis”, onde começou seu trabalho de retratos em comunidades, “Paraisópolis” e o último trabalho “Comunidades da Serra do Mar”, cenário deste curso. No âmbito profissional, Renata fotografou para fins publicitários os principais políticos e empresários do país. Faleceu aos 59 anos, em 27 de Março de 2015.